terça-feira, 26 de abril de 2011

DICA

Acessem esta página.. uma benção cheia de dinâmicas apropriadas para catequese..

http://soucatequista.com.br/canal/dicas/dinamicas

DINÂMICAS!!!!!!!!!!!!!

- Desenho às cegas
Colar um papel pardo ou cartolina na parede.
Chamar 2 crianças de cada vez no mural (olhos vendados) para desenhar um objeto a pedido do Professor.
Vai ser divertido para as crianças verem depois como elas desenharam sem poder enxergar, e também será divertido para os coleguinhas que estarão assistindo.

- Sacola às cegas
Coloque numa sacola vários objetos de diferentes formas, tamanhos e texturas.
A criança deverá estar vendada e deverá tatear alguns objetos e descrever o que são, a cor, as características, etc.

- Abraçando balões
Todas as crianças devem estar vendadas. Soltar balões pela sala e elas deverão encontrar e abraçar o balão encontrado até estourar.
Dentro deve ter balinhas ou pirulito.
(é preciso ter um bom espaço e verificar que não existam objetos/móveis que possam machucar as crianças - não deve ser feito com crianças muito pequenas que se assustam com o estouro do balão).

- Sapatos perdidos
Todas as crianças tiram seus sapatos que são amontoados numa pilha num canto da sala.
Colocar uma venda na criança, que deverá ir até a pilha de sapatos e deverá encontrar e calçar seus próprios sapatos.
No caso de crianças menores, elas poderão retirar apenas um pé do sapato e terá que encontrar na pilha o outro pé a ser calçado.

http://jardimdafe.blogspot.com,

- Cego de Bartimeu
O animador lê o seguinte texto Mc 10, 46-52 Em seguida, confecciona seis corações de cartolina. Na seqüência, escreve uma frase em cada um:

1. Jesus, filho de Davi, tende piedade de mim!
2. Repreenderam e mandaram que ficasse quieto.
3. O cego jogou o manto fora, deu um pulo e foi com Jesus.
4. Coragem, levante-se, porque Jesus está chamando você.
5. O cego começou a ver de novo e seguiu Jesus pelo caminho.
6. Jesus perguntou: O que você quer que eu faça por você?

Orientação: Cortar os corações formando um quebra-cabeças (3 ou 4 partes).
Formar grupos. Cada grupo monta um quebra-cabeças (coração).
Ao formar a frase, o grupo deverá conversar sobre seu significado. Escolher de forma criativa uma forma de apresentar a frase aos demais.

http://www.catequisar.com.br/texto/dinamica/volumebiblia/20.htm

- Anjo da Guarda
OBJETIVO : Motivar os participantes em sua caminhada de grupo, ajudar a se conhecerem melhor e conhecerem-se uns aos outros.


DESENVOLVIMENTO: A dinâmica é um pouco parecida com "amigo secreto". Se for possível, deverá acontecer durante o ano todo ou por um longo período.
Pegar os nomes dos participantes, colocar numa pequena caixa, e redistribuir aos mesmos. A pessoa não poderá pegar seu próprio nome.

Cada um será o "Anjo da Guarda" daquela pessoa que pegou. Deverá mandar mensagens de otimismo quando ela estiver desanimada, elogiar quando fizer alguma coisa boa, ou criticar quando a mesma estiver atrapalhando a caminhada do grupo.

O Anjo da Guarda não deverá revelar o seu verdadeiro nome. Usará um pseudônimo ou apelido. Deverá ter uma caixa onde todos colocarão suas mensagens para serem distribuídas no final de cada encontro. Depois de um tempo definido pelo grupo deverá acontecer a revelação dos anjos. Depois poderá fazer um novo sorteio

http://jardimdafe.blogspot.com,

- Rosa
Materiais: uma flor (rosa) natural
Procedimento: fazer um círculo, e cada integrante retira um pedacinho da flor, ao final sobrará apenas o talo da flor. O monitor da dinâmica questiona o que aconteceu? Será que podemos consertar o que fizemos? Essa dinâmica pode ser trabalhada com os pequeninos, a fim de preservar os materiais dentro da sala de aula, ou preservar o próprio meio ambiente.

http://soucatequista.com.br/dinamica-da-rosa.html

- O Jardim encantado
Dinâmica de entrosamento
Distribuir entre os participantes cartões de cinco cores: azul, verde, lilás, amarelo e vermelho. Cada participante recebe apenas um cartão. Acompanhando a narrativa, os participantes fazem o gesto correspondente ao seu cartão. Ao final, todos partilham a experiência.
Narrativa:
Era uma vez um jardim encantado. Nesse jardim havia muitos canteiros.
Em cada um deles, havia flores de todos os tipos, tamanhos, cores e com os mais variados e deliciosos perfumes. Além dessas características, cada flor possuía um cordão de uma única cor.
No jardim encantado não chovia, embora todas as flores necessitassem de muita água para viver. Por essa razão, as próprias flores desenvolveram a capacidade de se transformar em jardineiras. Assim, elas sobreviviam, regando umas às outras, e com gotas de água de diferentes tipos.
Umas gotas de água se chamavam Olhar carinhoso. Elas eram produzidas e distribuídas pelas flores de cordão azul. Todos os dias, de manhã bem cedinho, as flores de cordão azul se transformavam em jardineiras e regavam cada uma de suas amigas com as gotas de olhar carinhoso. Quando elas passavam, todo o jardim silenciava. Ninguém falava, ninguém ria. Todas as flores, em silêncio, recebiam a quantidade necessária de gotas de olhar carinhoso para viver aquele dia.
Uma outra espécie de. gotas de água chamava-se Palavras de ânimo. Essas gotas eram produzidas e distribuídas pelas flores de cordão verde. Da mesma forma como as anteriores, estas espalhavam entre as companheiras palavras de ânimo que eram sussurradas no ouvido de cada flor do jardim.
Diariamente, todas as flores precisavam de gotas de água chamadas Um aperto de mão. Eram produzidas e distribuídas pelas flores de cordão lilás. A certa altura do dia, essas flores se transformavam em jardineiras e espalhavam apertos de mão carinhosos para cada uma das flores.
As flores do jardim encantado também eram regadas com gotas conhecidas como Carinho no rosto. Quem as produzia e distribuía eram as flores de cordão amarelo. Também estas, diariamente, cumpriam sua função de jardineiras, alimentando as amigas.
Havia ainda umas gotas muito especiais, de que as flores jardineiras precisavam muito. Estas eram produzidas e distribuídas pelas flores de cordão vermelho. Todas as flores esperavam com ansiedade a visita das flores de cordão vermelho. As gotas que elas distribuíam chamavam-se Abraço cheio de amor.
E assim as flores do jardim encantado viviam felizes. Todas davam e recebiam as gotas necessárias para viver numa troca ilimitada. As flores do jardim viviam muitos anos, esbanjando cores e formas lindas, até desaparecerem felizes para dar lugar às novas flores que nasciam diariamente. Estas logo davam e recebia as gotas especiais que faziam daquele jardim um lugar encantado.

http://jardimdafe.blogspot.com

DINÂMICA- TOMÉ ONDE ESTÁ A TUA FÉ?


Todo mundo já deve ter brincado de Detetive; nesta brincadeira temos como personagem o assassino, o detetive e as vítimas.

Na brincadeira Tomé onde está a tua fé? teremos novos personagens: Jesus, Tomé e os apóstolos.

Escreva sobre um papel "Jesus", sobre outro "Tomé" e tantos "Apóstolos" quantos necessários para completar o número de crianças. Dobre os papeis e sorteie.

As crianças se colocam num círculo e Jesus deve discretamente piscar com um olho para qualquer das crianças, enquanto Tomé tenta descobrir qual criança é Jesus.

Jesus é sinal de vida nova, quando ele piscar, se a criança for um apóstolo deverá dizer:
- Jesus está presente e vivo no meio de nós!

Tomé não acredita que Jesus esteve presente no meio dos apóstolos porque não o vê, procura descobrir onde está Jesus.

Quando Tomé descobrir, ou pensar que descobriu, este indicará a pessoa dizendo:
- Mestre, é você mesmo!

Caso a criança que Tomé indicou seja um dos apóstolos, estão, quem estiver representando Jesus, manifesta-se dizendo:

- Tomé, onde está a sua fé???


http://www.catequisar.com.br/texto/dinamica/volumebiblia/32.htm

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Segue a via sacra que iremos fazer com as crianças, espero que ajude!

quem tiver alguma dúvida me envie um email. sazinha.samara@hotmail.com


Via Sacra da KTQZ

Iniciaremos ás 15h com todas as crianças reunidas no largo do portão de grade, fazendo a oração inicial.

Após o grupo da Larissa iniciará a caminhada enquanto os demais grupos fazem oração do terço mariano, enquanto aguardam o momento de iniciar sua caminhada.

1ª estação: Jesus é condenado (encenação)

Local da estação – no final da igreja, onde todos os anos montamos o presépio.

Responsáveis – Roberto (Jesus), Flávio Vinícius (Pilatos), João Paulo e Francisco (soldados)

2ª estação: Jesus carrega a cruz

Local - porta da música (onde arrumamos arranjos para enfeitar a igreja)

Será preparado um lugar para colocar a cruz grande

3ª estação: Jesus cai pela primeira vez

Local – atrás da churrasqueira

Responsável Larissa (irá preparar um desenho ampliado da queda)

4ª estação: Jesus encontra sua mãe (encenação)

Local – sala 3

Responsáveis – Diogo (Jesus) e Maria Marta

5ª estação: Jesus recebe ajuda do Cirineu

Local - pátio das salas

Cada criança receberá uma cruz de palito de picolé, que será feita pelo catequista.

6ª estação: Jesus tem o rosto enxugado por Verônica

Local – sala 4

Responsável - Jose (pano branco com estampa do rosto de Jesus)

Colocaremos as crianças de 2 em 2 para ver Jesus no rosto do irmão e fazer 1 momento de perdão

7ª estação: Jesus cai pela 2ª vez

Local – sala 2

Colocar nas salas gravuras de pessoas sofrendo.

8ª estação: Jesus adverte as mulheres de Jerusalém

Local – sala 1

Projetor com a imagem na imagem .

9ª estação: Jesus cai pela 3ª vez

Local – sala em frente ao salão

Cada criança traz um alimento.

10ª estação: Jesus é despido de suas vestes

Local – salão na parte da cozinha

Colocar uma caixa (responsável Jacira) onde as crianças depositarão seu pedido de perdão (cada catequista está responsável por levar as tirinhas de papel e lápis para suas crianças)

11ª estação: Jesus é pregado na cruz

Local – salão

Colocar a cruz pequena (encapada com isopor e papel marrom – responsável Patricia) e cada criança fura com palito de dente

12ª estação: Jesus morre

Local – na garagem

Responsáveis: Jose e Amanda // colar perguntas (É o fim? Acabou?)

13ª estação: Jesus é descido da cruz

Local – janela da sala da ktqz

Terá um cartaz sobre a mesa com um desenho sobre o planeta (responsável Jacira) e as crianças colarão papéis para construir o mundo melhor

14ª estação: Jesus é colocado no sepulcro

Local – altar

Fazer um tumulo com tnt roxo(Julia) e enfeitar com flores e velas (do padre)

As crianças aguardarão as outras chegarem enquanto terminam a oração do terço. Após queimaremos os papeis da estação 10 e ao final faremos um lanche.

Ordem dos grupos e cor das bandeirinhas do domingo de ramos:

OBS: Em todas as estações o catequista deverá criar o clima de oração, fazendo comentários breves, pois precisamos controlar o tempo de cada estação (5 min)

segunda-feira, 21 de março de 2011

Diversas dinâmicas para catequese


139. Elaboração de projeto coletivo.
Objetivo: Elaboração de projeto coletivo Objetivo: Perceber a importância do trabalho coletivo num pequeno grupo e num grande grupo

138. Identificação de sentimentos.
Objetivo: Conhecer o próprio sentimento

137. Complete o desenho.
Objetivo: Finalizar um trabalho iniciado por outro

136. Complete as frases.
Objetivo: Compreender que as pessoas pensam de forma diferente

135. Torta do amor.
Objetivo: Partilha dos bens entre todos.

134. Celebração de Ação de Graças.
Objetivo: Valorisar e agradecer as graças que recebemos de Deus.

133. Escutem a voz do irmão.
Objetivo: Mostrar aos catequizandos que é preciso seguir o caminho de Deus, sem nos desviarmos por influências de outras coisas ou pessoas.

132. Teste dos 3 minutos.
Objetivo: Despertar a importância de estar atento para as belezas de Deus e o chamado Dele em nossa vida.

131. Fala sério / Com certeza.
Objetivo: Perguntas referentes a temas como Corpus Christi, Santissima Trindade e outros.

130. Cheios do Espírito Santo.
Objetivo: Perceber a presença do Espírito Santo em nossa vida.

129. Escolhe pois a vida .
Objetivo: Refletir sobre o valor da vida

128. Dinâmica de Natal.
Objetivo: Proporcionar condições para reflexão e mudanças de comportamento, buscando a transformação para um mundo mais justo, mais responsável e mais humanizado e humanizante.

127. Castidade.
Objetivo: Dinâmica para explicar a castidade.

126. Entrevista Cantada.
Objetivo: Entrar em contato com todo o grupo participante e descobrir o motivo de estarem na catequese.

125. A família ideal.
Objetivo: Descobrir as características de uma família ideal.

124. Sociodrama.
Objetivo: Desenvolver a sensibilidade para problemas vitais.

123. Jornal falado.
Objetivo: Desenvolver a expressão oral, o raciocínio, o espírito de cooperação e socialização.

122. Foto-linguagem.
Objetivo: Estimular a observação, a participação e o debate dos componentes de um grupo.

121. Painel.
Objetivo: Tornar mais compreensivo o estudo de um tema que tenha deixado dúvidas.

120. Estudo do meio.
Objetivo: Entrar em contato com a realidade, através de seus múltiplos aspectos, de maneira objetiva, ordenada e positiva.

119. Técnica de saída.
Objetivo: libertar de inibições pessoais contraídas. - tirar o bloqueio das pessoas que se sentem imobilizadas, incapazes de mexer-se ou de fazer o que gostariam de fazer.

118. Eu e meu grupo.
Objetivo: Avaliar o grupo e a contribuição de cada um de seus membros.

117. A viagem.
Objetivo: Definir as prioridades pessoais.

116. Escravos de Jó.
Objetivo: Quebra-gelo

115. Um novo olhar.
Objetivo: Refletir sobre as nossas "deficiências".

114. Mudando o rumo.
Objetivo: Dinâmica de Espiritualidade.

113. Entrando na Casa.
Objetivo: Analise da vida pessoal e em comunidade, o meu viver em relação aqueles que me rodeiam.

112. Vivência Cristã.
Objetivo: Dinâmica Vocacional - Analisar a nossa vivência Cristã.

111. Remando juntos
Objetivo: Dinâmica de integração: 1- Elaborar um tema; 2- Exercitar o raciocínio; 3- Levar o espírito de cooperação; 4- Treinar a socialização.

110. Que nome você tem?
Objetivo: De forma descontraída e rápida entrar em contato com todo o grupo participante.

109. As Qualidades
Objetivo: Dinâmica de Auto-conhecimento - Valorizar e valorizar-se

108. Pintando o Outro
Objetivo: Dinâmica de auto-conhecimento Conhecer-se e conhecer o outro - Maior integração do grupo - Despertar curiosidade e interesse pelo outro.

107. Dinâmica do Nome
Objetivo: Quebra-gelo

106. O Círculo
Objetivo: Dinâmica de Reflexão.

105. Os Bichos
Objetivo: Reconhecer os nossos diferentes papéis e também, quando necessário, mudar nossas atitudes para crescer.

104. Aprender a escrever na areia
Objetivo: Dinâmica de Reflexão interior.

103. Os Bombons
Objetivo: Dinâmica de reflexão - Capacidade de observação; Vivência num mundo classista; Reflexão sobre a realidade social.

102. Sou um Escravo
Objetivo: Dinâmica celebrativa - Compreender que ajudar os outros a se libertarem é o caminho para a própria libertação

101. Emboladão
Objetivo: Esta dinâmica propõe uma maior interação entre os participantes e proporciona observar-se a capacidade de improviso e socialização, dinamismo, paciência e liderança dos integrantes do grupo.



100. Baú das recordações
Objetivo: Avaliar um determinado grupo. Ex: Grupos de jovens formados há algum tempo.

99. Boas notícias
Objetivo: Avaliar os fatos bons de nossa vida

98. Lobos e ovelhas
Objetivo: Estimular a participação nas reuniões e trabalhos

97. Dentro e fora do coração
Objetivo: Reflexão sobre algum tema proposto (Ex: Mundo das drogas).

96. Emprestando o lápis
Objetivo: Mostrar a importância da partilha e a união entre as crianças.

95. Dominó
Objetivo: Mostrar a importância dos Dons do Espírito Santo, bem como o importante papel de cada um como membro do Povo de Deus.

94. Os problemas
Objetivo: Refletir os problemas que enfretamos no nosso dia-a-dia

93. Meu Deus, e agora ?
Objetivo: Reflexão interior

92. Meu mundo interior
Objetivo: Reflexão interior

91. Somos criação de Deus e sofremos influência do mundo
Objetivo: Na adolescência somos facilmente influenciáveis por nossos amigos. Nesta dinâmica, queremos mostrar que Deus deve ser a principal influência em nossa vida, e que nem sempre agir como o grupo age ou exige é saudável para cada um.

90. Exercício de qualidade
Objetivo: Conscientizar os membros do grupo para observar as boas qualidades nas outras pessoas e despertá-las para qualidades até antes ignoradas pelas mesmas.

89. Técnica do abraço
Objetivo: criar uma certa intimidade

88. A nossa parte . . .
Objetivo: Mostrar que se cada um fizer a sua parte, tudo pode ser transformado (Essa dinâmica também pode ser usada para mostrar a importância de cada um dentro da Igreja).

87. A candidatura
Objetivo: Expressar de maneira simpática o valor que têm as pessoas que trabalham conosco.

86. Dois Círculos
Objetivo: Motivar um conhecimento inicial, para que as pessoas aprendam aos menos o nome das outras antes de se iniciar uma atividade em comum.

85. Somos criação de Deus
Objetivo: Na adolescência somos facilmente influênciados por nossos amigos. Nesta dinâmica, queremos mostrar que Deus deve ser a principal influência em nossa vida, e que nem sempre agir como o grupo age ou exige é saudável para cada um.

84. Ser Igreja
Objetivo: A nossa importância como Igreja.

83. Nome e significado
Objetivo: Conhecimento próprio.

82. João Bobo
Objetivo: Motivar a união e confiança entre os membros do grupo.

81. Caixinha de Surpresas
Objetivo: Dinâmica do autoconhecimento;Falar sobre si

80. O barco
Objetivo: Aumentar a fé em Jesus; Conscientizar o ser missionário de cada um; Vestir a camisa de Cristo.

79. A palavra - imã
Objetivo: Incentivar a participação de todos; colocar sentimentos escondidos para fora.

78. A teia da amizade
Objetivo: Apresentação nos grupos; conhecimento mútuo; a importância de cada um assumir a sua parte na vida.

77. Tubarão
Objetivo: Conscientizar os membros do grupo sobre a necessidade de estarmos atendos as dificuldades da vida para não " sermos devorados pelo tubarão" nos momentos de sofrimento e que devemos ajudar ao próximo nesses momentos.

76. Troca de um segredo
Objetivo: Fortalecer o espírito de amizade entre os membros do grupo.

75. Trabalho em equipe
Objetivo: Demonstrar a eficiência de um trabalho de equipe.

74. Teste de resistência
Objetivo: Criar na pessoa a capacidade, o equilíbrio e a maturidade suficientes para aceitar críticas, superar impasses, pessimismos, desânimos, censuras sociais e outras.

73. Terremoto
Objetivo: Analisar a exclusão social.

72. Tempestade mental
Objetivo: Gerar grande número de idéias ou soluções acerca de um problema, evitando-se críticas e avaliações, até o momento oportuno; processar os resultados de uma sessão de tempestade mental.

71. Temores e esperanças
Objetivo: Conscientizar o grupo sobre suas motivações, desejos e esperanças; suas angústias e temores.

70. Ser igreja
Objetivo: Realçar a importância de cada um de nós na comunidade cristã.

69. Sentindo o Espírito Santo
Objetivo: Mostra que não adianta falarmos do Espírito Santo se não provarmos e sentirmos Ele em nossas vidas.

68. Semeando a amizade
Objetivo: Lançar boas semente aos amigos; formar amizades.

67. Salmo da vida
Objetivo: Definir a experiência de Deus na vida de cada integrante e agradecê-la.

66. Riqueza dos nomes
Objetivo: Conhecimento mútuo; Integração e união do grupo.

65. Presente de amigo
Objetivo: Enaltecer qualidades dos integrantes do grupo.

64. Presente da alegria
Objetivo: Promover um clima de confiança pessoal, de valorização pessoal e um estímulo positivo, no meio do grupo; dar e receber um "feedback" positivo num ambiente grupal.

63. Pizza
Objetivo: Descobrir a importância de diferentes temas para os integrantes do grupo.

62. Pessoas balões
Objetivo: Reflexão sobre a vivência comunitária; reflexeção sobre as dificuldades em se superar críticas ou ofensas recebidas.

61. Anjo da guarda
Objetivo: Integração, sociabilização, relacionamento interpessoal, empatia, comunicação, descontração.

60. Pare
Objetivo: Através de um teste surpresa, medir o grau de interesse, de participação, a preocupação atual, a motivação dos participantes; visa conscientizar o grupo acerca daquilo que se passa com os indivíduos participantes.

59. " Recital das Almas Gêmeas"
Objetivo: É uma atividade muito divertida, que tem como objetivo a descontração e a aproximação entre os membros do grupo.

58. Para quem você tira o chapéu
Objetivo: Estimular a autoestima.

57. Observação / ação
Objetivo: Observar atentamente o comportamento do grupo de um participante para posteriores observações.

56. Nome perdido
Objetivo: Ver a importância de sermos conhecido pelo nome "Jesus chama cada um pelo nome".

55. A Maca
Objetivo: Avaliar nossos laços de amizade.

54. Líder democrático
Objetivo: Conscientizar os membros do grupo sobre as qualidades que são básicas de um líder democrático; possibilitar os participantes a uma tarefa grupal, no sentido de conseguir uma unanimidade em relação a definições que caracterizam o líder democrático.

53. Karaokê
Objetivo: Exercitar a comunicação entre os integrantes e identificar seus fatores.

52. Juventude e comunicação
Objetivo: Criar comunicação fraterna e madura.

51. Jogos de bilhetes
Objetivo: Exercitar a comunicação entre os integrantes e identificar seus fatores.




50. Jogo da verdade
Objetivo: Conhecimento mútuo; desinibição.

49. Jogo comunitário
Objetivo: Descontrair e ao mesmo tempo ajudar a memorizar o nome dos outros participantes.

48. Guia de cego
Objetivo: Compreender a importância de Deus e dos outros no nosso dia-a-dia.

47. Fileira
Objetivo: Conscientizar os integrantes sobre o grau de influência que exercem sobre o grupo.

46. Explosão do coordenador
Objetivo: Criar impacto nos participantes do grupo através de uma dramatização exagerada, a fim de sentir melhor as reações dos indivíduos.

45. Exercício da qualidade
Objetivo: Conscientizar os membros do grupo para observar as boas qualidades nas outras pessoas; despertar as pessoas para qualidades até então ignoradas por elas mesmas.

44. Exercício da confiança
Objetivo: Acelerar o processo de conhecimento mútuo no grupo; estudar as experiências da própria descoberta; desenvolver a autenticidade no grupo; dar a todos a oportunidade de falar e de escutar.

43. Saudações
Objetivo: Integração, sociabilização, comunicação, descontração.

42. Espelho
Objetivo: Despertar para a valorização de si. Encontrar-se consigo e com seus valores.

41. Encontro de grupos
Objetivo: Melhorar as relações entre dois grupos; explorar a interação de grupos.

40. Dramatização
Objetivo: Demonstrar o comportamento grupal dos membros participantes.

39. Dificuldade
Objetivo: a) Esclarecer valores e conceitos morais. b) Provocar um exercício de consenso, a fim de demonstrar sua dificuldade, principalmente quando os valores e conceitos morais estão em jogo.

38. Diagrama de integração
Objetivo: Apresentar uma ilustração gráfica do relacionamento dos membros de um grupo.

37. Desenho (variação da dinâmica 34. Construção do boneco)
Objetivo: União do grupo, trabalho em equipe.

36. Cumprimento criativo
Objetivo: Forma diferente de um cumprimento.

35. Cristo no irmão
Objetivo: Mostrar que Deus esta presente em todos.

34. Construção do boneco
Objetivo: Mostrar que tudo que é feito em equipe participativa fica mais bem-feito e melhor.

33. Conhecendo o grupo
Objetivo: Compreender os objetivos individuais e sua relação com o grupo.

32. Comunicação gesticulada
Objetivo: Analisar o processo de comunicação gestual entre os integrantes do grupo.

31. Comprimidos para a fé
Objetivo: Nós, Templo do Espírito Santo. A graça de Deus na vida do cristão.

30. Chocolate
Objetivo: Despertar o grupo para a importância da organização.

29. Castigo
Objetivo: Amar o próximo como a si mesmo; Não desejar para o próximo o que você não deseja para si mesmo.

28. A vela e copo
Objetivo: Mostrar que nada sobrevive, quando uma pessoa se sente prisioneira de alguém ou de si mesma.

27. A vela e o barbante
Objetivo: Tomar consciência da aliança entre si, o outro e Deus.

26. Aulinha
Objetivo: Desenvolver nos participantes a capacidade de improvisação, síntese, clareza e de avaliação.

25. As cores
Objetivo: A importância de ajudarmos aos outros.

24. Artista
Objetivo: Mostra a todos que se não tivermos Deus em nossa vida tudo fica fora do lugar.

23. Apresentação
Objetivo: Integração do grupo: conhecer-se mutuamente; demonstrar que todo membro do grupo é importante.

22. Apoio
Objetivo: Mostrar-lhes a importância de se apoiar no irmão.

21. Afeto
Objetivo: Exercitar manifestações de carinho e afeto.

20. Abre o olho
Objetivo: Refletir sobre a sociedade atual..

19. Virar pelo avesso
Objetivo: Despertar o grupo para a importância da organização.

18. Árvore da Vida e Árvore da Morte
Objetivo: Refletir sobre os sinais de vida e morte no bairro, na comunidade, na família, no grupo de jovens.

17. A Bala
Objetivo: Despertar a importância do outro.

16. Camisetas
Objetivo: Conhecimento mútuo e levantamento da realidade.

15. O Helicóptero
Objetivo: Apresentação e entrosamento.

14. A maleta
Objetivo: Conscientização sobre a estrutura da sociedade que reforça a defesa dos interesses particulares, não estimulando o compromisso solidário.

13. Dinâmica de apresentação
Objetivo: Conhecimentos mútuos, memorização dos nomes e integração grupal.

12. Valores II
Objetivo: Ressaltar o positivo do grupo.

11. Valores
Objetivo: Reconhecer os valores e qualidades.

10. Perfume – Rosa e bomba
Objetivo: Celebração penitencial e compromisso.

09. Sensações de vida ou morte
Objetivo: Analisar a pratica e revisão de vida.

08. Construção de uma cidade
Objetivo: Reflexão sobre a realidade.

07. Números
Objetivo: Conhecimentos Pessoais.

06. Espelho
Objetivo: Partilha dos sentimentos.

05. O outro Lado
Objetivo: ver o objetivo comum do grupo. Processo de comunhão e união. Análise da realidade.

04. Quem sou eu ???
Objetivo: Conhecimento Pessoal

03. Identificação Pessoal com a Natureza
Objetivo: Auto conhecimento e preces.

02. Mancha ou ponto
Objetivo: oração, pedido de perdão, preces, revisão de vida...

01. Meus sentimentos
Objetivo: apresentação e entrosamento.

sábado, 12 de março de 2011

CF PARA PRÉ CATEQUESE

Material retirados do Blog:


lá tem várias dicas legais para trabalhar a CF com as crianças.



· Uma sugestão é fazer uma contação de história com o livro O Planetinha disponível no link. Após a contação, falar do tema da CF 2011, associando-o ao livrinho (isso de forma bem breve, numa linguagem o mais fácil possível) e xerocar uma das partes do livro (sugiro a última gravura) para a turminha pintar. Em seguida expor as pinturas dos pequenos num varal.

· Levar para o encontro várias imagens como rio sujo, peixes mortos, queimadas, etc. Expor essas imagens no chão e pedir que a turminha sente ao redor para observar. Entregar a cada dupla uma imagem e pedir que conversem sobre o que veem e de que forma a natureza está sofrendo, quem pode ter causado aquilo. Depois criar uma lista a partir das sugestões dos catequizandos, com regrinhas. O título pode ser: Como cuidar do meio ambiente (ou outro que quiserem).

· Sessão Pipoca: Assistir a História Lixo é no Lixo da Tia Cecéu e fazer questionamentos as crianças. Você pode chamar uma por uma e a medida que forem respondendo premiá-la com um pirulito! Ahh e se a turminha sujar tudo é uma ótima oportunidade de separar o lixo juntos!

· Bem, não sei como é o espaço de catequese de vocês, mas poderíamos fazer a abertura dos trabalhos da Cf 2011 ou até propriamente da Catequese com o ato simbólico do plantio de uma árvore. Cada turma podia plantar uma árvore (observando o clima e as espécies locais). Para isso poderiam buscar uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente dos seus municípios ou algum horto.